grafica2

Gráfica Rápida

Funcionando desde Julho de 2013, a Gráfica Escola do Museu de Arte Sacra oferece um trabalho de qualidade e contribui na educação profissional. Este projeto oferece um curso para alunos que aprendem como usar a máquina e também recebem orientações sobre como confeccionar as peças que são produzidas, através da arte-gráfica. O projeto da GráficaEscola/Gráfica-rápida propõe diversas atividades no âmbito cultural, histórico, turístico, econômico e pedagógico. São produzidas peças gráficas, e é realizado um mapeamento, divulgação e interação do MAS-Museu de Arte Sacra de São João del-Rei com a comunidade e visitantes. Visa também, celebrar parcerias com diversos outros museus e instituições da cidade para uma maior fruição, democratização e sustentabilidade das ações planejadas conjuntamente.

cd-oficiodetrevas

CD Ofício de Trevas

Gentilmente cedido pelo Maestro Marcelo Ramos, a trilha que você ouve em nosso website é parte dos dois volumes da série Ofício de Trevas do compositor mineiro Padre José Maria Xavier (1819-1880). Foi gravado pela Orquestra e Coro dos Inconfidentes, grupo criado pelo maestro Marcelo Ramos para se dedicar ao barroco mineiro. No volume I, constam as "Matinas de Quinta-feira Santa" e as "Matinas de Sexta-feira Santa". No volume II, constam as "Matinas de Sábado Santo" e as "Matinas da Ressurreição". Estas obras são executadas até hoje na Semana Santa em São João Del-Rei. Os cds podem ser adquiridos em lojas online.

arte sacra

O Museu de Arte Sacra tem o objetivo de preservar os objetos de arte sacra que por razões históricas, artísticas e por estarem obsoletos dentro de suas funções litúrgicas devem ser conservados com o máximo de cuidado e valorização.
São destaque a cabeça de Cristo atribuída ao Aleijadinho, a pintura ‘Fuga para o Egito’ de Venâncio do Espírito Santo, que tem como cenário a antiga vila e o retábulo da Capela de Nossa Senhora da Ajuda, remanescente da Fazenda do Pombal.  Foi inaugurado em 21 de abril de 1992, mas idealizado desde a década de 1970, pelo Monsenhor Paiva auxiliado pelo professor Elmer Cypriano Corrêa Barbosa (PUC-RJ) e com o apoio de Tancredo de Almeida Neves. Hoje é juridicamente uma fundação que está no seio da Paróquia Nossa Senhora do Pilar.
No ano de 2009, o MAS foi restaurado com o patrocínio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais-FIEMG, dentro de conceitos museológicos contemporâneos. Com a reinauguração no dia 04 de março de 2010, o Museu apresenta todas as condições para seu pleno funcionamento.